Pesquisar

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações deste blogue:

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações:

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bhagavad ~ Gîtâ - Capítulo II - 49 a 51

Sankhyia Yoga - A Verdadeira Natureza do Espírito.



49. (a) Por muito importante que seja a tua reta ação, o primeiro lugar pertence sempre ao reto pensamento. Procura, portanto, o teu refúgio na paz e na calma do reto pensar, ó Arjuna (b): porque aqueles que baseiam o seu bem-estar só nas ações, com estas necessariamente perdem a felicidade e a paz, e caem na miséria do descontentamento.

50. Quem atingiu a consciência de yogi (c), é capaz de elevar-se acima dos resultados bons e maus. Esforça-te por atingir esta consciência, porque ela é a chave que abre o mistério da ação.

51. Os sábios, que renunciam mentalmente os frutos possíveis de suas retas ações, libertam-se das cadeias dos renascimentos e se encaminham para a morada eterna.

----------------
Minhas notas:
(a) esse texto, como a quase totalidade do Bhagavad Gîtâ, faz parte do discurso filosófico de Krishna, o Deus encarnado, a Arjuna, o homem em desenvolvimento. O Bhagavad Gîtâ é texto fundamental na religião e filosofia hindus. Para saber mais sobre o Bhagavad Gîtâ, clique aqui.

(b) Arjuna: personagem central do Bhagavad Gîtâ. Representa o homem em desenvolvimento.

(c) Yogi: aquele que se realizou, que atingiu a união com seu Eu divino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário