Pesquisar

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações deste blogue:

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações:

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Os Mensageiros - O Pai visita os filhos



(Aniceto, a André Luiz e Vicente, instruindo-os, no plano espiritual)

Como já disse, o Pai visita os filhos necessitados através dos filhos que procuram compreendê-Lo. Não poderíamos abusar do Senhor como abusamos no círculo terrestre dos nossos pais humanos. Não vive Ele ao sabor de nossos caprichos pessoais. Nunca poderia vir, em pessoa, enxugar o pranto do necessitado que chora, em consequência, aliás, do olvido das Divinas Leis. Compete ao necessitado caminhar ao reencontro d'Ele. O Senhor, todavia, atende sempre a todos os homens de boa vontade, por intermédio dos homens bons, que se edificam na casa divina. Todos os nossos desejos e impulsos razoáveis são atendidos pelas bênçãos paternais do Eterno. Ainda que nos demoremos nas lágrimas e nas aflições, jamais permanecemos ao desamparo. Apenas devemos salientar que as respostas de Deus vão sendo maiores e mais diretas, à medida que se intensifique o nosso merecimento, competindo-nos reconhecer que, para semelhantes respostas, são utilizados todos quantos trazem consigo a luz da bondade, ou já possuem mérito e confiança para auxiliar em nome de Deus.


2 comentários:

  1. Dá que pensar... muito!
    Uma mão estendida no momento certo, um olhar dirigido com carinho e amizade, uma palavra pronunciada (ou escrita) por quem compreende sem que seja necessário dizê-la, a necessidade do desamparado, são símbolos que Ele envia para nos recordar que nunca está ausente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é maravilhoso, Dulce? Imaginar por quantos os meios o Pai nos socorre o tempo todo? De nossa parte, basta estarmos dispostos a aceitar esse auxílio carinhoso...

      Excluir