Pesquisar

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações deste blogue:

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações:

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Influência transcendental na literatura...

(Do livro  "Amor e Sabedoria de Emmanuel", de Clovis Tavares. Instituto de Difusão Espírita. Araras. SP. 1a edição. 1970.)


Num de nossos serões de Pedro Leopoldo, com o querido Chico (1), pude anotar uma observação interessantíssima de Emmanuel sobre o assunto (2).

Disse-nos o esclarecido mentor que, na realidade, a maioria dos romances terrenos - incluindo-se novelas, romances policiais, etc. -, era de origem transcendental. Acentuou que, em média, 75% do conteúdo desses romances exprimem realidade espiritual, representada por reminiscências ou intuições do escritor-médium, ou, então, fruto de inspiração mediúnica. Quanto aos restantes 25% poderiam ser computados como ficção ou fabulação do escritor, significando distorções eventuais ou provocadas.

Recordo-me que o termo maioria foi cuidadosamente empregado por Emmanuel, considerando-se, como ele salientou, que há muitos livros dessa ordem com base em apontamentos auto-biográficos, sem esquecer o gênero de história romanceada...

Acrescentou ele, na ocasião, que muitos livros perturbadores surgem na Terra por influência das zonas espirituais infelizes que rodeiam nosso mundo.

As porcentagens acima citadas, ainda nos afirmou ele, nada têm de absoluto, mas, no seu entender, são concordes com a realidade, traduzindo a média de exatidão.

===================
Notas:

(1) Chico: Francisco Cândido Xavier, médium brasileiro;
(2) O autor refere-se à influência da inspiração espiritual na literatura do mundo físico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário