Pesquisar

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações deste blogue:

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações:

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Salomé - O encontro das mulheres que surgem do céu

Salomé - O encontro das mulheres que surgem do céu:


Dois mil anos se passaram desde o advento do Cristo e o "amai-vos uns aos outros" parece uma frase dotada de personalidade a acenar-nos entristecida do alto do Gólgota, solitária e esquecida, como seu sublime autor.

O humanidade deu largos passos em tecnologia e em ciência, mas a moralidade ainda rasteja pelo chão e, passados mais de vinte séculos, não nos vemos hoje tão distantes do troglodita das cavernas que se valia da virilidade para fazer prevalecer à força o seu egoísmo, na satisfação dos desejos e instintos mais básicos aos quais se aprisionava.

Hoje substituímos o tacape pela metralhadora, o rugido feroz pelas habilidades dissimuladas de obter vantagens em sociedade, a carranca assustadora pelas facilidades da sociedade que amenizam o facies do predador dissimulando-o entre as próprias vítimas.

Esse lado masculino, altivo, arrogante, egoísta e bruto outrora característica necessária para impor, em meio ao ambiente natural inóspito, a sobrevivência da espécie humana, não se justifica na "humanidade civilizada", expressão que, aliás parece distante de definir-nos na atualidade.

Evoluímos, sob o imperativo desses atributos masculinos, para a sociedade soberba, egoísta e competitiva em que vivemos hoje.

"Salomé", esta magnífica obra de Sandra Carneiro e do espírito Lucius, vem responder a esse excesso de testosterona no mundo em que vivemos, mostrando que é possível a transformação do planeta em um mundo melhor através do despertar consciente das qualidades femininas tão adormecidas e desprezadas nos milênios que nos antecederam, bem como em nosso próprio século.

O amor fraterno, a receptividade, a paciência, a resignação, a resiliência são qualidades tipicamente femininas, são qualidades daquele que é considerado "fraco" em nossa sociedade alucinada pelo sucesso a qualquer presso, mas que na verdade são fortalezas morais que resgatam os próprios ensinamentos do Divino Mestre. 

"Salomé" é uma ode ao "Feminino" nesses tempos que antecedem a regeneração planetária.

A personagem bíblica "Salomé" não aparece na obra, mas antes, segundo palavras da própria autora (Link para o áudio dessa entrevista, AQUI), o nome do romance é um símbolo; um símbolo do poder feminino que se exerce através do amor, e um símbolo de quão equivocadamente tem se conduzido a sociedade ante a figura da mulher.

"Salomé", através da história real de personagens contemporâneas que cujas vidas são descortinadas desde os tempos da antiga Roma até os dias atuais, nas cidades de São Paulo, no Brasil e Cabul, no Afeganistão, é um alerta para ficar marcado a fogo nas almas de todos nós, tanto homens quanto mulheres, os dois gêneros acostumados a enxergar o mundo sob a ótica distorcida do universo masculino.

Através de seu comportamento agressivo, competitivo, individualista, tanto homens como mulheres continuam conduzindo o mundo por um modo masculino de ser! As mulheres chegaram às posições de comando e aos postos de trabalho outrora tipicamente masculinos, mas não levaram o toque feminino da suavidade, do amor, da compreensão, da abnegação, do acolhimento ao seu papel nesse novo mundo. As mulheres, nas palavras dos próprios autores, agem como "homens de saia"...

E quer o momento da renovação planetária, segundo são os planos espirituais para o nosso Orbe, que o Feminino agora assuma o papel que lhe compete na evolução da humanidade, o sublime papel do Amor santificado e incondicional pelo semelhante, o papel da suavidade e da conciliação!

Leitura Imperdível! Transformação necessária!

-------------------------------------------
Uma edição sugerida:

Salomé
"O encontro das mulheres que surgem do céu"
Vivaluz Editora
pelo Espírito Lucius. Psicografado por Sandra Carneiro
1a edição. 2014


Nenhum comentário:

Postar um comentário