Pesquisar

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações deste blogue:

Se quiser, digite seu e-mail para receber atualizações:

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Do Outro Lado do Espelho - Capítulo 46 - 01

(pelo Espírito Inácio Ferreira - psicografado por Carlos A. Baccelli)

1. Carecemos, todos os dias, trabalhar o nosso íntimo para que não venhamos  a tropeçar nas sombras dos próprios equívocos.

2. O exercício das virtudes esquecidas nos garantirá o equilíbrio na tarefa à qual nos consagramos. O simples hábito de orar, a reflexão, a paciência, a solidariedade, o perdão, a renúncia, o silêncio, as atividades doutrinárias que muitos consideram insignificantes ou menores nas casas espíritas - enfim, o testemunho pessoal da fé no cotidiano, com base em nossa melhoria íntima, deve ser ressaltado entre os companheiros que, por vezes, negam a si mesmos o pão capaz de lhes alimentar o espírito.

3. Quem muito se expõe e não cuida de sua cidadela íntima é mais susceptível à influência das trevas que, não raro, costumam abatê-lo em pleno vôo.

4. Os nossos companheiros de ideal andam excessivamente distraídos de si, olvidando que a Doutrina que se dirige aos modernos gentios do mundo é dirigida primordialmente a nós, que somos chamados à pregação do exemplo - do exemplo que nos defenderá contra o fantasma da ilusão de vidas passadas que nos assombra o subconsciente...

5. A doutrina espírita é fascinante, mas não podemos nos consentir excessivo raciocínio em detrimento da fé.

6. Uma tarefa os torna grandes, não pelo seu tamanho, mas pela maneira com que nos dispomos a cumprir as nossas mais comezinhas obrigações.

-----------------
Minhas notas:

(a) trechos de palestra do espírito do Irmão José dirigida ao espírito de Inácio Ferreira e de Odilon Fernandes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário